Como buscar a motivação pensando nos objetivos - Rafael Spada



Por um instante pense de onde vem a motivação para você fazer tudo o que faz. Imagine você fazendo todas as coisas da sua rotina diária e pense: Qual é a motivação de eu fazer isso, por qual motivo eu faço tudo o que eu faço? Ah! Isso parece uma loucura, não é mesmo? É pensando dessa forma, que eu acredito que todas as nossas motivações vêm dos objetivos que determinamos.

Tenho desenvolvido um projeto em uma escola, onde atendo alguns alunos de forma ajudá-los em seu processo de descoberta. Todos nós sabemos que o período da adolescência é complicado para muitos e é justamente nesta fase da vida, que tomamos muitas das decisões que influenciarão como seremos no futuro e nossas ações acompanham essas escolhas.

Em um desses atendimentos o estudante me disse que não consegue encontrar motivação para estudar, que não encontra graça em ler e se dedicar a aprender as coisas que ensinam na escola, que sofre quando os testes e provas se aproximam, pois não vai conseguir se concentrar e estudar o material.

Situação incômoda, não concorda? Você já passou por situação semelhante à essa? Eu digo que por inúmeras vezes me deparei diante de tal situação, na escola e em outras ocasiões.

Um exemplo que posso buscar em minha memória agora é de quando eu estava mais no início de minha vida profissional. Na época passei um tempo em que eu não conseguia mais me dedicar o necessário para realizar um bom trabalho, pois aquilo não fazia mais sentido pra mim. Havia conhecido pessoas, criado alguns novos vínculos e sabia que eram temporários, que em alguns meses eu me mudaria e teria de começar tudo de novo. Para mim aquela situação era estressante, nunca foi fácil para mim quebrar vínculos.

Então, passei a levar em consideração esse fato de estar trabalhando sempre mudando de cidade a cada tempo, passei a sofrer para exercer o meu trabalho e isso me apertava e me fechava cada vez mais dentro de uma caixa, estava limitado a fazer aquilo, a não sonhar, a não ir além. Foi quando eu percebi que estava ficando depressivo, com pensamentos limitadores que eu resolvi criar coragem e largar aquele emprego (fiz isso algumas outras vezes depois disso).

Analisando agora essa minha decisão, posso concluir que, por não ter objetivos claros, ou se quer ter um objetivo naquele momento, minha motivação caiu por terra e eu me salvei de passar uma vida de sofrimento no trabalho.

Voltando ao caso do meu estudante, fui um pouco mais a fundo em seus objetivos de vida, acabei por descobrir que algo está claro em sua mente quanto a um sonho profissional, mas que certamente, se realizado, será transformador e resignificará toda a vida dessa pessoa.

E qual a luz sobre essa situação? Criamos uma alavanca para que esse sonho se torne realidade. Disse a meu estudante que, se ele acredita de verdade que essa realização pessoal e profissional irá trazer felicidade, então que leve em consideração isso todas as vezes que está se preparando para ir ao colégio, todas as vezes que precisa ler e estudar coisas que não são de seu interesse acreditando que aquilo é necessário para alcançar algo maior, pois ele precisará de uma formação específica e sem terminar o ensino médio isso não será possível.

A motivação para fazer qualquer coisa, depende estritamente do objetivo ou objetivos aos quais ela está vinculada. Se o objetivo, sonho, for pequeno, a motivação também será pequena, e se o objetivo for grande, a motivação será grande.

Rafael Spada

Sem comentários:

Características de um líder de sucesso - Rafael Spada

A liderança é uma habilidade valiosa e é característica em grandes empreendedores, esportistas, políticos, ou qualquer outra área, most...

Com tecnologia do Blogger.